Fazer qualquer coisa sem um motivo é muito ridículo

Publicado por Fábio Andrade em: 15/jul/16


Ontem senti vontade de fumar duas vezes no mesmo dia. Isso até seria normal para um jovem de vinte e dois anos, não fosse por um pequeno detalhe: eu não fumo. Não faz O MENOR SENTIDO eu ter sentido vontade de fumar DO NADA. Minha teoria é de que na verdade eu só queria um motivo pra ir no pátio do prédio e não fazer nada e, convenhamos, seria meio ridículo ficar de pé no pátio, sozinho, sem nada na mão. Acho, aliás, que é assim que os vícios nascem.

Mas esse texto é sobre não fazer nada ou fazer algo sem motivo aparente. Já percebeu o quanto é RIDÍCULO se alongar ou levantar da cadeira durante o expediente, se esticar e sentar de novo? Eu mesmo nunca nem tentei.

image

É bem ridículo mesmo, ó

Se você não tem um motivo para levantar, ora – eu acho extremamente engraçado usar a palavra “ora” dessa maneira  – , não perca seu precioso tempo se levantando para não fazer nada, FAÇA ALGO ÚTIL.

Não sei vocês, mas as vezes eu tenho a sensação de que estamos o tempo todo cumprindo algum honorário e que durante esse período (sempre), temos que ser úteis. Repara que as pessoas em volta acham meio ridículo você “não fazer nada”, em qualquer circunstância. Quem de repente é pego fazendo alguma coisa que não seja útil ou que não tenha um motivo é taxado de esquisito.

image

Olha que ridículo esse retardado parado sem fazer nada.

 

Admite aí, você com certeza já justificou uma saída pra esticar as pernas com um “vou ao banheiro”, “vou fumar”, “vou ver se acho algo pra comer na cantina” ou “vou beber água”. Aliás, o melhor momento do dia na firma muitas vezes é quando um, dois, três, quatro colegas inventam de “ter sede” exatamente na mesma hora.

Aqui uma imagem ilustrativa do maior agente de interações sociais da empresa onde você trabalha

Pois acho que devíamos mudar isso! Proponho combinar, só entre nós aqui, não achar ridículo quando o coleguinha fizer uma coisa esquisita tipo dar uma corridinha no corredor do prédio sem motivo aparente. Afinal não adianta PORRA NENHUMA ficar sem fazer nada pra relaxar se isso pesa sua consciência, você nem descansa.

Aliás, proponho uma ANÁLISE ainda mais PROFUNDA: o que há de errado em ser ridículo? Talvez a gente ande tão estressado justamente porque estão tirando o nosso direito de sermos ridículos.

A gente devia lutar com mais afinco pelo direito de não fazer nada. E de fazer algo sem justificativa nenhuma. E de ser ridículo.

Voltar